10 Resoluções de Ano Novo Que Todo Desenvolvedor Web Deveria Fazer

Tradução livre de 10 New Year’s Resolutions Every Web Developer Should Make, do NetTuts+.

Em menos de uma semana já será 2012. Sei que isso é um clichê, mas como o ano passou tão rápido assim? Naturalmente estamos agora naquele momento do ano quando as pessoas definem metas para o novo ano. Embora você deva ter algumas metas para sua vida “real”, que tal algumas resoluções para a sua vida de desenvolvedor?

1. Aprender uma Nova Linguagem, um Novo Framework ou uma Nova Metodologia

A única constante no desenvolvimento web é a mudança. Veja o NodeJS, por exemplo: dois ou três anos atrás ele não existia, e havia muito pouco (se existisse) de coisas sendo feitas com JavaScript no lado servidor. Agora, você não  pode se distanciar disso. Todo desenvolvedor web quer estar na crista da onda. E para fazer isso, precisamos continuar aprendendo sobre as últimas tecnologias. Se você for um desenvolvedor backend, significa aprender sobre JavaScript e Node.js. Um pouco menos de Ruby e Rails. Para o desenvolvedor frontend, significa aprender sobre CSS3 ou entender as novas APIs do HTML5. É claro que não significa que você tenha que usá-los regularmente, apenas se mantenha aprendendo.

Na mesma linha, agora é melhor do que nunca para reavaliar seu fluxo de trabalho e aprender melhores e diferentes ferramentas para fazer seu trabalho mais rapidamente.

2. Ficar melhor ainda no que você já conhece

É claro, se manter afiado significa mais do que aprender coisas novas. É também melhorar o uso das suas ferramentas diárias. Me culpo por tentar usar apenas os padrões que já conheço, mas não aprender algo novo pode ser o melhor em determinadas situações. Quão grande está o seu conhecimento dos padrões de projeto do JavaScript? Você tem uma compreensão sólida de orientação a objetos e programação funcional no PHP? Você já usou joins no SQL? Tem alguma função no seu editor de texto que você ainda não usa? Essas coisas não são novas tecnologias, mas, se você ainda não as utiliza, são conceitos novos para você! Reserve algum tempo para se focar também nas linguagens e softwares já existentes.

3. Explorar uma nova área

Essa resolução é uma interpretação diferente da primeira. Aprender uma nova linguagem, framework ou metodologia na sua área é excelente, e deve ser útil no seu dia a dia. Mas, se você for como eu, deve estar fascinado com todos os cantos da web. Tente explorar novas áreas. Desenvolvedores backend: investiguem o desenvolvimento frontend. Frontends, explorem mais do que você já explorou sobre “usabilidade” ou “experiência de usuário”. Se você gostar de escrever, pode se interessar em “estratégia de conteúdo” ou design. Existem dezenas de áreas diferentes dentro da web; explore-as!

4. Envolver-se com a Comunidade

A web é um lugar incrível: eu não consigo pensar em nenhum outro fenômeno em nenhum período que tenha conseguido criar amizades tão fortes entre pessoas que estão tão distantes. Em 2012, por que você não tenta se envolver com esse grupo de pessoas surpreendentes um pouco mais? Fale com eles no Twitter; leia seus artigos nos blogs e faça comentários ou então escreva seus próprios artigos em resposta; faça contribuições para os códigos deles no Github ou outro site parecido. Ou ainda, participe de encontros, grupos de usuários e conferências. Chame isso de envolvimento, networking ou chame do que você quiser; mas uma coisa é certa: isso irá (na maioria das vezes) beneficiar você e as outras pessoas. Além de construir grandes relações pessoais, é provável que você ganhe novas referências.

5. Ensinar os Outros

Andando lado a lado com o tópico anterior, você deveria resolver ensinar mais os outros em 2012. Por que? Bem, como dizem por aí: “Ensinar algo é o melhor de jeito de aprender sobre isso”. Estou escrevendo para o Nettuts+ há quase 3 anos, e posso confirmar que essa frase é completamente verdadeira. Escrever exatamente como um conceito funciona te força a entendê-lo completamente; você vai se surpreender com o quanto você irá aprender sobre um tema quando você tentar ensiná-lo. Além disso, a incrível sensação que você tem quando você sabe que ajudou alguém a aprender um novo conjunto de habilidades.

Sem dúvida, você vai encontrar alguns “trolls”, te apontando erros legítimos (ou apenas fazendo comentários ofensivos). Não se preocupe (muito); ensinar é um aprendizado, e você irá melhorar quanto mais você fizer. Os comentários mais benéficos são aqueles que ferem seus sentimentos.

6. Tomar Conta de Você Mesmo Melhor

Desenvolvedores web parecemos nos orgulhar de nossa dedicação à nossa profissão. Trabalhamos por muitas horas, debruçados sobre um computador no escuro, tão absortos no nosso trabalho que esquecemos até de tomar banho ou comer. Nós somos os mártires da web, sofrendo para fazer a internet um lugar melhor.

Soa heróico, mas na verdade não é.

Com o risco de parecer que estou “mimando” você, vou sugerir que tome conta de você mesmo em 2012. Além de dormir e comer bem, garanta que seu local de trabalho seja ergonômico. É razoável que, se você gasta um terço de sua vida no escritório, faz sentido deixá-lo o mais confortável possível.

7. Gerenciar Melhor O Seu Tempo (e Outros Recursos)

Talvez isso não seja relacionado especificamente com desenvolvedores web, mas mesmo assim, é algo que quase todo “profissional do conhecimento” tem que melhorar. Para muitos de nós – especialmente os freelancers – o que fazemos com nosso tempo pode ser a diferença entre um ter banquete ou ficar de jejum. Lembra de toda a diversão das novas tecnologias web que recomendei que você aprendesse sobre? Bem, não deixe que aquela sedução diminua suas horas no que faz você realmente ganhar dinheiro. É claro, a internet em geral pode ser vista como uma distração. Tenho certeza que você leu isso recentemente; eu fiquei impressionado quando vi:

“@jeresig: Over 1 trillion videos were watched on Youtube this past year. That’s 550 videos per person with internet access. Insane.”

Assumindo que a média da duração de um vídeo no Youtube é de 2 a 3 minutos, estamos olhando para algo da ordem de um dia inteiro. Algo me diz que não estou muito melhor que isso.

É claro, “só trabalho, nenhuma diversão” e tudo mais, certo? Não estou dizendo para que você seja um escravo dos seus clientes ou um chato e insuportável viciado em trabalho. Estou simplesmente dizendo que devemos ser sábios  para rastrear exatamente onde nossas horas estão indo e nos esforçar para usá-las um pouco melhor.

8. Usar Práticas de Programação Melhores

Não, eu não estou repetindo a resolução número dois em outras palavras. Agora, estou falando sobre as práticas relacionadas diretamente ao código. Eu não consigo lembrar quando vezes iniciei ansioso um projeto novo, e meia hora depois disse: “Xi…, deveria ter criado um branch para essa funcionalidade. Oh, pior ainda, esqueci de iniciar um repositório Git quando comecei…” Garantir que eu use versionamento de código desde de o início é algo que vou trabalhar  em 2012, pois isso mantém o histórico dos projetos muito mais limpo.

Outra prática de meta-codificação que geralmente neglicencio (prejudicando eu mesmo) é comentar. Eu escrevo uma poucas linhas espertas de código, e fico feliz pelo resto do dia. Na próxima semana, vou voltar ali e gastar vinte minutos só para tentar descobrir o que aquele trecho faz. Isso também assola você? Faça um favor para você mesmo e deixe comentários úteis para você e para os outros. Documentar anda lado a lado com comentar. Quando eu estava aprendendo Dojo recentemente achei valiosa a documentação dele que vem embutida no código. É claro, o nível de documentação dependerá da publicidade do seu projeto, mas documentação demais nunca será um problema para você.

9. Gerar Rendimento Passivo

Estou chutando que a maioria do público do Nettuts+ faz trabalhos para clientes, seja como freelancer ou de outra forma. Então porque não ter alguma renda passiva paralelamente? A Envato tem dez lojas online onde qualquer pessoa com as habilidades certas pode lucrar. Crie um tema para o Themeforest, escreva um script para o CodeCanyon, as possibilidades são quase infinitas. É claro, se seus habilidades não se encaixam nas lojas da Envato – ou mesmo que elas se encaixem – existem um monte de outras maneiras de gerar rendimento passivo. Se você for um escritor, por exemplo, de uma olhada no Tuts+ Premium. Eles estão sempre procurando por novos professores apaixonados.

Vender coisas numa loja online ou em um site pessoal é uma maneira brilhante de conseguir algum dinheiro extra passivamente ao mesmo tempo que você continua fazendo o que você gosta.

10. Dar Uma Relaxada

Até agora, todas as resoluções foram coisas que te fariam melhorar seu habilidade como desenvolvedor. Vou finalizar dizendo que uma das melhores coisas que você pode fazer para se tornar um desenvolvedor melhor é não ser um desenvolvedor… às vezes. Coloque um chapéu completamente diferente… às vezes. Mantenha outro passatempo que não seja relacionado com desenvolvimento, e, preferencialmente, um que não involva computadores. Alguns tocam instrumentos, alguns lêem, alguns escrevem, alguns cozinham. Não importa o que você faça, reserve algum tempo livre para isso. Quando você fizer isso, vai descobrir que soluções para problemas de programação surgem frequentemente durante esse tempo livre.

Certamente, paradas regulares são importantes, mas as mais longas também são, como algumas semanas por ano de férias e as festas de fim de ano. Ponha algumas dessas paradas na seu planejamento anual também.

Suas resoluções?

Bem, essa é minha lista das dez resoluções que todo desenvolvedor web deveria fazer. Você tem alguma que não está na minha lista? Vamos ouvir nos comentários!

Este artigo foi publicado originalmente em RogerioPradoJ.com.